Corpos eletrônicos em Audiovisualidades Midiáticas: Seres artificiais representados pelo cinema (2007)

postado em: Artigos | 0

Autoras: Nísia Martins do Rosário e Lisiane Machado Aguiar.

O corpo eletrônico é entendido como aquele que é representado na televisão, na internet e no cinema e que, para tal, precisa respeitar e enquadrar-se às linguagens, às técnicas e aos discursos próprios desses meios. A investigação trazida para o presente artigo faz um recorte sobre os estudos dos corpos eletrônicos a partir dos seres artificiais representados no cinema de ficção científica, e seu objetivo é analisar as configurações e especificidades desses corpos na sua relação com a mídia audiovisual. O marco conceitual é centrado em, pelo menos, dois aspectos: o cinema e as corporalidades. Pode-se relatar que os corpos eletrônicos de seres artificiais representados no cinema trabalham com o hibridismo de significados, configurando-se em robôs, andróides, cyborgs, mutantes, monstros e alienígenas.

Palavras-chave: audiovisualidades; corpo eletrônico; cinema.

Capítulo publicado no livro “Aprendizado e inovação em iniciação científica e extensão: livro de destaques da FICSE”. 1º ed. Novo Hamburgo: Feevale, 2007, v. 1, p. 131-145.

Corpos Eletrônicos em Audiovisualidades Midiáticas: Seres Artificiais Representados Pelo Cinema. Disponível em: https://www.researchgate.net/publication/268410139_CORPOS_ELETRONICOS_EM_AUDIOVISUALIDADES_MIDIATICAS_SERES_ARTIFICIAIS_REPRESENTADOS_PELO_CINEMA