A cartografia como método na Comunicação: uma investigação da produção bibliográfica brasileira entre 2010 e 2017

postado em: Pesquisas | 0

Com o objetivo de mapear e problematizar os usos da cartografia, como método/metodologia no campo da Comunicação no Brasil, e refletir sobre suas potencialidades, estamos desenvolvendo uma pesquisa em que exploramos a produção bibliográfica de pesquisadores da área que adotam a cartografia, buscando identificar tendências e perspectivas sobre como ela é fundamentada e desenvolvida.

Abaixo apresentamos as referências das teses e dissertações analisadas para o artigo “UM PANORAMA DA CARTOGRAFIA NO BRASIL: uma investigação a partir das teses e dissertações da Comunicação entre 2010 e 2017” (ROSÁRIO, CORUJA, 2019 – no prelo), que traz os primeiros dados do levantamento realizado.

Corpus – Cartografia das Diferenças

ABREU, Maria Evilene de Sousa. Processos artísticos e comunicacionais da juventude no meio rural: modos de cartografar e intervir no Assentamento Barra do Leme. Dissertação (Mestrado em Comunicação). Programa de Pós-Graduação em Comunicação. Universidade Federal do Ceará. Fortaleza, 2015.

AGUIAR, Lisiane. Processualidades da cartografia nos usos teórico-metodológicos de pesquisas em comunicação social. Dissertação (Mestrado em Comunicação) – Programa de Pós-Graduação em Ciências da Comunicação. Universidade do Vale do Rio dos Sinos. São Leopoldo, 2011.

ALBUQUERQUE, Carolina Abreu. “Ei, polícia, a praia é uma delícia!”: Rastros de sentidos nas conexões da Praia da Estação. Dissertação. (Mestrado em Comunicação Social) – Programa de Pós-Graduação em Comunicação Social. Universidade Federal de Minas Gerais. Belo Horizonte, 2013.

BATISTA, Jandré Corrêa. Apropriações ativistas em sites de redes sociais: cartografia das ações coletivas no twitter. Dissertação (Mestrado em Comunicação) – Programa de Pós-Graduação em Comunicação. Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul. Porto Alegre, 2012.

BERNARDES, Márcia. Toda nudez será castigada? Sentidos construídos a partir do uso do corpo nu da mulher em performances ativistas. Tese (Doutorado em Comunicação). Programa de Pós-Graduação em Ciências da Comunicação. Universidade do Vale do Rio dos Sinos. São Leopoldo, 2017.

BONORANDI, Giuliano Djahjah. Neoliberalismo, Redes e Afetos: uma cartografia da experiência espanhola. Tese (Doutorado em Comunicação e Cultura). Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Cultura. Universidade Federal do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro, 2017.

CARVALHO, Diego. Devir revolucionário da multidão: cartografia dos movimentos OKUPA E 15M. Tese (Doutorado em Comunicação). Programa de Pós-Graduação em Ciências da Comunicação. Universidade do Vale do Rio dos Sinos. São Leopoldo, 2016.

CASTRO, Maiana Abi Samara Dos Santos. “tumblr.com/tagged/vaporwave: Redes de sentidos articuladas pela hashtag vaporwave”. Dissertação (Mestrado em Comunicação Social) – Programa de Pós-Graduação em Comunicação Social. Universidade Federal de Minas Gerais. Belo Horizonte, 2017.

COCA, Adriana Pierre. Processos de telerrecriação na ficção seriada daTV aberta brasileira : uma cartografia das rupturas de sentidos na obra de Luiz Fernando Carvalho. Tese (Doutorado em Comunicação e Informação). Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Informação. Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Porto Alegre, 2017.

COSTA, Ramon Bezerra. Economia da Confiança: sobre a construção dos vínculos sociais no Airbnb e no Couchsurfing. Tese (Doutorado em Comunicação). Programa de Pós-Graduação em Comunicação. Universidade Estadual do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro, 2017.

CUNHA, Andre Arias Fogliano De Souza. As revoltas de Junho de 2013: uma cartografia afetiva dos enunciados e das imagens do levante brasileiro. Tese (Doutorado em Comunicação e Semiótica). Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Semiótica. Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. São Paulo, 2017.

FERREIRA, Lorena de Risse. Da natureza da vida à natureza do vídeo: um estudo de vlogs que operam sobre a subjetividade publicizada. Dissertação (Mestrado em Comunicação e Informação). Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Informação. Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Porto Alegre, 2014.

FERREIRA, Mariana Faro. O Trabalho Criativo e a Produção do Comum: uma cartografia nas plataformas de criação colaborativa. Dissertação (Mestrado em Comunicação e Cultura). Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Cultura. Universidade Federal do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro, 2013.

FILHO, Paulo Negri. Vinhetas de abertura de telenovelas brasileiras: uma cartografia do horário nobre. Tese (Doutorado em Comunicação). Programa de Pós-Graduação em Ciências da Comunicação. Universidade do Vale do Rio dos Sinos. São Leopoldo, 2017.

GHISLENI, Tais Steffenello. Portais institucionais na web: análise de anúncios publicitários no ecossistema midático. Tese (Doutorado em Comunicação). Programa de Pós-Graduação em Comunicação. Universidade Federal de Santa Maria. Santa Maria, 2016.

JURNO, Amanda Chevtchouk. “Agenciamentos coletivos e textualidades em rede no Facebook: uma exploração cartográfica”. Dissertação. (Mestrado em Comunicação Social) – Programa de Pós-Graduação em Comunicação Social. Universidade Federal de Minas Gerais. Belo Horizonte, 2016.

LEITES, Bruno Bueno Pinto. Tendências de imagem-violência no cinema brasileiro contemporâneo. Dissertação (Mestrado em Comunicação) – Programa de Pós-Graduação em Ciências da Comunicação. Universidade do Vale do Rio dos Sinos. São Leopoldo, 2011.

LIMA, Roberto Robalinho. Cartografia das imagens ardentes: imagens, política e produção subjetiva nos protestos de Junho de 2013. Tese (Doutorado em Comunicação). Programa de Pós-Graduação em Comunicação. Universidade Federal Fluminense. Niterói, 2017.

LOPES, Marcos Oliveira. Formas de (R) existir cinema: O Cinema como acontecimento no corpo em “Álbum de Família” e em “Cc5 Hendrix-War”. Dissertação (Mestrado em Comunicação). Programa de Pós-Graduação em Comunicação. Universidade Federal do Ceará. Fortaleza, 2015.

LOURENÇO, Fabiola Mescouto. HD not retouched: um estudo sobre a relação homemtécnica a partir das imagens na publicidade.  Dissertação (Mestrado em Comunicação). Programa de Pós-Graduação em Comunicação. Universidade Estadual do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro, 2016.

MARTINS, Vera. Desperta mulher: cartografia sobre comunicação e engajamento no jornal do Movimento de Mulheres Camponesas do RS. Dissertação (Mestrado em Comunicação) – Programa de Pós-Graduação em Ciências da Comunicação. Universidade do Vale do Rio dos Sinos. São Leopoldo, 2010.

MELO, Havane Maria Bezerra. Romance gráfico brasileiro: a construção de um gênero quadro a quadro. Dissertação (Mestrado em Comunicação) Programa de Pós-Graduação em Comunicação. Universidade de Brasília. Brasília, 2016.

MOMBELLI, Neli Fabiane. Cartografia do documentário no sul do Brasil: identidades e transversalidades no processo de produção e circulação. Tese (Doutorado em Comunicação). Programa de Pós-Graduação em Comunicação. Universidade Federal de Santa Maria. Santa Maria, 2017.

MONTEIRO, Alessandra Cristina da Silva Maia Cardoso. Veni creator spiritus: criatividade, cognição e comunicação nos videogames. Dissertação (Mestrado em Comunicação). Programa de Pós-Graduação em Comunicação. Universidade Estadual do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro, 2014.

MOREIRA, Reginaldo. Projeto Maluco Beleza: a comunicação como dispositivo terapeutizante de (re)significação de sentido de vida, no contexto da reforma psiquiátrica. Tese (Doutorado em Comunicação) – Programa de Pós-Graduação em Ciências da Comunicação. Universidade de São Paulo. São Paulo, 2011.

NASCIMENTO, Bruno Tarin. Cultura Livre: conflitos entre o comunismo do capital e a produção do comum. Dissertação (Mestrado em Comunicação e Cultura). Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Cultura. Universidade Federal do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro, 2013.

PENHARBEL, Silvia Flores. Inscrições performáticas no campo visual das obras de Leonilson e Basquiat. Dissertação (Mestrado em Comunicação). Programa de Pós-Graduação em Comunicação. Universidade Estadual de Londrina. Londrina, 2013.

PETERMANN, Juliana. Do sobrevôo ao reconhecimento atento : A institucionalização da criação publicitária, pela perspectiva do habitus e dos capitais social, cultural e econômico. Tese (Doutorado em Comunicação). Programa de Pós-Graduação em Ciências da Comunicação. Universidade do Vale do Rio dos Sinos. São Leopoldo, 2011.

SILVA, Izabela Domingues da. Da publicidade disciplinar à publicidade de controle: Comunicação, vigilância e poder. Tese (Doutorado em Comunicação) – Programa de Pós-Graduação em Comunicação. Universidade Federal de Pernambuco. Recife, 2015.

SOUSA, Joanicy Maria Brito Gonçalves. Redes sociais temáticas na internet: instrumentos facilitadores da interação entre cientistas, técnicos agrícolas e produtores rurais. Dissertação (Mestrado em Comunicação Social) – Programa de Pós-Graduação em Comunicação Social. Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais. Belo Horizonte, 2015.

SOUZA, Karla Caroline Nery. No ar: Jornal Nacional: das audiovisualidades às atualizações no audiovisual brasileiro. Dissertação (Mestrado em Comunicação) – Programa de Pós-Graduação em Ciências da Comunicação. Universidade do Vale do Rio dos Sinos. São Leopoldo, 2010.

TARCIA, Lorena Peret Teixeira. Tramas da Convergência: cartografia de dispositivos acoplados na cobertura dos Jogos Olímpicos de Verão pela BBC em 2012. Tese (Doutorado em Comunicação Social) – Programa de Pós-Graduação em Comunicação Social. Universidade Federal de Minas Gerais. Belo Horizonte, 2015.

VIEIRA JUNIOR, Luiz Garcia. Com pedaços de cinema laboratórios, práticas e modos de engajamento no reemprego de imagens. Tese (Doutorado em Comunicação). Programa de Pós-Graduação em Comunicação. Universidade Federal Fluminense. Niterói, 2016.

Corpus – Cartografia das Controvérsias

ALMEIDA, Lais Barros Falcao. A MPB em mudança: cartografando a controvérsia da nova MPB. Dissertação (Mestrado em Comunicação). – Programa de Pós-Graduação em Comunicação. Universidade Federal de Pernambuco. Recife, 2016.

ARAUJO, Dylan Pereira Campos. Cartografia de Controvérsias e Marco Civil: os sentidos atribuídos aos rastros digitais. Dissertação (Mestrado em Comunicação e Cultura) – Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Cultura. Universidade Federal do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro, 2015.

ARAUJO, Leonardo Trindade. Entre graves e beats: uma cartografia da nova cena de música eletrônica baiana. Dissertação (Mestrado em Comunicação) – Programa de Pós-Graduação em Comunicação. Universidade Federal de Pernambuco. Recife, 2015.

BOECHAT, Marina Pantoja. Visualizar, descobrir e compartilhar: Sobre os usos da visualização de informação para construir espaços compartilhados para o debate, os casos do jornalismo de dados e da cartografia de controvérsias. Tese (Doutorado em Comunicação e Cultura). Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Cultura. Universidade Federal do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro, 2015.

FRANCO, Iara Cordeiro de Melo. Complexidade e controvérsias na educação a distância: a implantação da modalidade na USP. Tese (Doutorado em Ciências da Comunicação) – Programa de Pós-Graduação em Ciências da Comunicação. Universidade de São Paulo. São Paulo, 2014.

FRANCO, Juliana de Oliveira Rocha. Cartografias subversivas em mídias locativas. Tese (Doutorado em Comunicação e Semiótica). Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Semiótica. Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. São Paulo, 2014.

GOMES, Karine do Prado Ferreira. Comunicação e resistência na cibercultura: movimentos net-ativistas e as controvérsias do Movimento Brasil Livre. Dissertação (Mestrado em Comunicação) – Programa de Pós-Graduação em Comunicação. Universidade Federal de Goiás. Goiânia, 2017.

GUIMARAES, Elvis Maciel. A cobertura jornalística das Olimpíadas 2016: apropriações do Facebook live pelo SporTV. Dissertação (Mestrado em Jornalismo). Programa de Pós-Graduação em Jornalismo. Universidade Federal da Paraíba. João Pessoa, 2017.

KAUFMAN, Dora. O despertar de Gulliver: os desafios das empresas nas redes digitais. Tese (Doutorado em Ciências da Comunicação). Programa de Pós-Graduação em Ciências da Comunicação. Universidade de São Paulo. São Paulo, 2015.

LAIA, Evandro Jose Medeiros. O Jornalismo em Equívoco: sobre o telefone celular e a invenção diferenciante. Tese (Doutorado em Comunicação e Cultura) – Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Cultura. Universidade Federal do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro, 2016.

LOPEZ, Mariângela Solla. Dentro ou Fora do eixo? Uma cartografia das controvérsias sobre a produção cultural no Brasil. Tese (Doutorado em Comunicação Social) – Programa de Pós-Graduação em Comunicação Social. Universidade Federal de Minas Gerais. Belo Horizonte, 2014.

LOURENÇO, Ramon Fernandes. Cartografia de Controvérsias: uma análise da mediação informacional no processo de organização em rede das ocupações das escolas de São Paulo. Dissertação (Mestrado em Comunicação) – Programa de Pós-Graduação em Comunicação. Universidade Estadual de Londrina. Londrina, 2017.

MACIEL, Jane Cleide de Sousa. Imago Mundi e a Fotografia em Rede: tramas tecnopolíticas do atlas #ProtestosBR. Tese (Doutorado em Comunicação e Cultura) – Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Cultura. Universidade Federal do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro, 2017.

MASTROCOLA, Vicente Martin. Wearable technologies: comunicação e consumo no contexto de possíveis reconfigurações humano-tecnológicas. Tese (Doutorado em Comunicação e Consumo) – Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Consumo. Escola Superior de Propaganda e Marketing. São Paulo, 2017.

MEDEIROS, Jean Maicon Rickes. Um outro Junho: O movimento #NaoVaiTerCopa, o diálogo no Twitter e as controvérsias sobre a Copa do Mundo de 2014. Dissertação (Mestrado em Comunicação e Territorialidades). Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Territorialidades. Universidade Federal do Espírito Santo. Vitória, 2016.

SILVA, Mayara Karla Dantas. As multi-interações na plataforma “The wolrd we want” na construção da nova agenda global de desenvolvimento sustentável. Dissertação (Mestrado em Comunicação e Culturas Midiáticas). Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Culturas Midiáticas. Universidade Federal de Paraíba. João Pessoa, 2016

SINGER, Talyta Louise Todescat. Internet das coisas: controvérsias nas notícias e redes temáticas. Dissertação (Mestrado em Comunicação e Cultura Contemporâneas) – Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Cultura Contemporâneas. Universidade Federal da Bahia. Salvador, 2014.